GL

"Para quem tem pensamento forte, o impossível é só questão de opinião" Chorão - CBJ

Nosso e-mail: umgoldenemnossavida@hotmail.com

13 de mar de 2013

TERCEIRO PROBLEMA: TROCA DOS DENTES E AS "DESTRUIÇÕES"

Neste post iremos falar de um probleminha que atinge todos os cachorros e de todas as raças: A destruição de móveis, roupas, calçados, etc... devido a troca de dentes do cão. Assim como os humanos, os cães trocam sua primeira dentição - dentes de leite - pela sua dentição definitiva e com isso aparece as coceiras e as incomodações da gengiva a medida que os dentes começam a nascer. E para aliviar essa coceira, nada melhor que um pé de mesa, uma cadeira, um sapato com cheirinho de novo, até mesmo uma parede não escapa.

Após leitura de alguns livros de adestramentos, ficamos em dúvida em uma decisão. Alguns especialistas dizem que, com relação aos brinquedos, para nós termos o controle total sobre o cachorro, nós devemos iniciar as brincadeiras e terminá-las antes que os cães percam o interesse pela mesma, para que ele fique sempre com um gostinho de quero mais e para que ele não comande a hora de começar e terminar as atividades.

A Luna, assim como 99,9999% dos goldens retriever, adoram qualquer tipo de brinquedos e brincadeiras, como bichos de pelúcia, bolas, qualquer "troço" que apite, cordas, ossos, etc.... De início, fizemos como diziam os livros: iniciávamos e acabavamos com a brincadeira antes da Luna se enjoar do brinquedo e o guardávamos. Mas notamos que assim que a gente guardava os brinquedos, a Luna atacava os móveis, pois nesta fase a coceira é intensa e ela precisava terminar com o incomodo. Inventamos algumas "armadilhas" para que não chegasse perto dos móveis... mas isso comentaremos em um próximo post.

Depois de algumas conversas, decidimos deixar todos os brinquedos da Luna ao seu alcance. Na sala, na cozinha, nos corredores... em todos os comodos da casa haviam brinquedos. Parecia uma casa com criança pequena. Acabou naquele momento a nossa organização da casa. Por todos os lados havia um bicho com apito, uma bola, uma corda.... Assim a Luna poderia pegar seus brinquedos a qualquer hora e não se preocupar com os móveis ou roupas ou sapatos. Coincidência ou não, deu tudo certo.

Outra medida que tomamos foi a de dar todo o dia, e diversas vezes, pedaços de gelo para que a Luna pudesse comer, pois o gelo aliviaria a coceira como se fosse uma pequena anestesia, assim como tirava o stress dela quando a mesma ficava quebrando o gelo. Além de aliviar do calor em certas ocasiões.

Além disso, o que nós acreditamos que foi o mais importante, eram os passeios diários com bastante exercício. Sempre saímos para passear com a Luna nos parques perto de casa. Levávamos alguns dos brinquedos que ela mais gostava junto. Assim poderíamos deixá-la exausta antes de voltar para casa. De tanto correr e brincar, a Luna chegava bem cansada em casa. Comia e depois tirava longas horas de sono. Ou seja, quando ela estava cansada e dormindo, os nossos móveis e roupas estavam a salvo. Além do mais, quando se mora em um apartamento com um golden retriever, nada mais importante do que sair várias vezes e exercitar seu cão, pois além de preservar nossos sofás, cadeiras, e roupas, estaremos criando um vínculo de amizade e companheirismo que não tem preço. O olhar de felicidade e a pose de orgulho que eles fazem enquanto caminham ou correm conosco é indescritível.

Abraço à todos e até mais!!

 
 



 

8 comentários:

  1. Concordo com os brinquedos! A Lupe está com 4 meses e meio e sempre deixamos os brinquedos dela em todos os lugares, assim ela nunca estragou nada, claro que tem algumas marcas de dentinhos na porta da cozinha e da varanda, mas nada de grandes estragos! Estou cada dia mais apaixonada pela raça... e muito feliz que o xixi melhorou muito, agora quando chove ela já fica a noite toda dentro de casa e só faz xixi ás 5:30 da manhã quando meu marido abre a porta para ela, o xixi agora é só na rua!! Nem acredito que vencemos essa batalha... mas o jornal não deu certo por aqui, foi só no biscoito quando ela acertava! Adoro o blog e sempre venho aqui ler suas dicas! Obrigada...

    ResponderExcluir
  2. Preciso de uma ajuda rs
    Tenho 20 anos, ainda moro com meus pais e estou louco para ter um Golden...como fazer para eles aceitaram um, sendo que minha mãe é meio 'louca' com higiene e não esta afim de ter um cachorro de porte grande.
    Desde ja obrigado!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Guuh!!! Primeira coisa é saber se você mora em casa ou em um apartamento. Se for em casa, será mais fácil de convencê-la. Caso contrário, a tarefa não vai ser das mais fáceis, hehehe. O único "defeito", se é que possamos chamar de defeito, é o fato de que o golden solta muito, mas muuuito pelo mesmo. Aí eu te digo que tem várias formas de minimizar a queda desses pelos mortos: Uma é ter uma ração de ótima qualidade para manter os pelos saudáveis. Outra forma é uma escovação bem feita (algumas vezes por semana, hehehe). Compre uma escova de qualidade. Existe uma no mercado livre que conhecemos através de um outro blog que se chama furminator. Se você olhar no youtube verá a quantidade de pelo que se pode tirar de um golden. No mais, o golden é um cachorro fantástico. Ele não tem cheiro forte como os outros cachorros, ele é muito higiênico. Se você condicioná-lo a fazer as necessidades na rua ele irá fazer sem problemas. É um cachorro educado, dócil, não late muito, ou seja, ideal para quem quer um cachorro grande e companheiro. Mas não esqueça de uma coisa, ele é um animal grande, precisa de muito exercício físico, uma alimentação balanceada, e pulso firme, pois senão terás um cão destruidor em casa. Mais tarde iremos postar outros textos sobre os problemas e como amenizá-los!!! Abraços!!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Sou igual sua mãe, louca por limpeza. Nunca imaginei ter um cachorro principalmente um Golden Retriever, aceitei por conta da insistência do meu filho e por conta da beleza do cachorro, charme, obediência e inteligencia. Nas primeiras semana pensei em desistir do cachorro ainda filhote mas, agora to me adaptando confesso que não é fácil mais é só uma fase logo eles crescem e as coisas se ajeitam. Sem falar que eles nos conquistam!!!

      Excluir
  3. Estou uma com apenas 5 meses...meu Deus está causando o terror aqui em casa.
    Já tenho uma vira lata de 5 anos, sou apaixonada por Animal mas confesso que estou meia perdida para educar a minha.
    A tracy tem brinquedos pela casa toda, petisco ofertamos sempre qdo ela faz coisas correta, porém ela continua a urinar no meu sofá e a destruí-lo tbm.
    Já não sei mas o que faço, batemos dela com jornal sempre mostrando o erro, mas ela não muda.

    ResponderExcluir
  4. Estou uma com apenas 5 meses...meu Deus está causando o terror aqui em casa.
    Já tenho uma vira lata de 5 anos, sou apaixonada por Animal mas confesso que estou meia perdida para educar a minha.
    A tracy tem brinquedos pela casa toda, petisco ofertamos sempre qdo ela faz coisas correta, porém ela continua a urinar no meu sofá e a destruí-lo tbm.
    Já não sei mas o que faço, batemos dela com jornal sempre mostrando o erro, mas ela não muda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruno!! desculpa a demora em responder!!! Bom, é o seguinte... até os oito meses, que começa a coceira nos dentes e a troca dos mesmos, será um período meio crítico. Muita calma nessas horas, hehehehe!!! Daqui a pouco passa!!! Com relação aos dentes, sempre dávamos gelo para a Luna comer. Com isso, diminuía a coceira dos dentes. O bater com o jornal não é certo, as punições (aí indico o livro do Alexandre Rossi - Adestramento Inteligente) que trata sobre punições indiretas. Ou seja, para os cachorros, não interessa se eles estão recebendo carinho ou bronca... o que eles querem é a atenção e eles estarão ganhando para o bem ou para o mal. Eles têm que receber uma punição indireta, ou seja, eles não podem saber que são vcs que os estão punindo. A gente fez uma garrafinha de plastico com milho (feijão, etc) e sempre que a Luna ia começar a fazer uma coisa errada, jogávamos perto dela (para dar susto) e depois recolhíamos a garrafinha. Mas sempre sem ela ver que éramos nós quem esteva jogando a garrafa. Mas paciência e ensinamento para ela. E muito treinamento. É cansativo, mas valerá a pena. Abraços e qualquer coisa, nos escreva!! Luna e família!!

      Excluir