GL

"Para quem tem pensamento forte, o impossível é só questão de opinião" Chorão - CBJ

Nosso e-mail: umgoldenemnossavida@hotmail.com

23 de dez de 2010

FELIZ NATAL!!

Desejamos um FELIZ NATAL a todos aqueles que de uma forma ou de outra nos ajudaram a realizar um sonho. Desejamos, ainda, a todas as pessoas que nos visitaram neste ano. Agradecemos todos os comentários e o compartilhamento de experiências. Um forte abraço a todos!!!

29 de nov de 2010

CAIU NA ÁREA É PENALTI!!!!

Um mês
6 meses
Futebol na Casa da Praia
Bóris e sua pose de "guardião da casa"
Pose
Luna quase esgotada
Luna com o ônibus do TIGRÃO!!! (www.criciumaesporteclube.com)

Final de semana foi praticamente todo na Praia. Sábado e domingo passeamos por lá. Luna, pra variar um pouco, não pode ver uma bola de futebol que fica "alterada". Talvez pelo gosto dos donos. Bóris e Luna pareciam incansáveis. Paravam de hora em hora para resfriar suas barrigas no piso gelado, e em seguida saiam em disparada para novas correrias.

Em uma dessas corridas atrás da bola, após um dos seus donos dar um chute para Luna buscá-la, a mesma saiu correndo como se estivesse fugindo do caos, atravessou a área de uma ponta a outra sem se preocupar com mesas e cadeiras, passou por baixo da rede e sem pensar na conseqüência da sua atitude derrubou sem pedir desculpas o seu dono que acabou indo ao chão numa verdadeira cena de "vídeo cassetada". Por sorte sem nenhum machucado!!!! E como diz um comentarista futebolístico daqui, "Caiu na área é penalti!".

No final da tarde, o cansaço tomou conta do Bóris e da Luna. Cada um no seu canto aproveitando a brisa que vinha do mar. Em casa, já na cidade, Luna praticamente desmaiou, acordando apenas na hora da comida.

Luna tem se comportado muito bem. Agora nossa casa está repleto de enfeites de Natal e ela tem respeitado todos eles. Claro que a curiosidade a faz cheirar todos os papais noéis e seus ajudantes, mas em nenhum deles ela ousou morder. As luzes de Natal e as bolinhas do pinheiro ainda chama muito a atenção dela, mas apenas fica observando e curtindo os piscas piscas. Esperamos que continue assim!!!!


8 de nov de 2010

FINAL DE SEMANA... CALOR, CHÁCARA, PRAIA E CAMA

Nesses últimos dois finais de semana aproveitamos para passear muito com a Luna. Está começando o verão por aqui. A temperatura continua subindo e o céu sem nuvens dá espaço para o sol nos “maltratar” um pouquinho. Mas uma coisa não dá para reclamar; o início do dia e o final da tarde estão com temperaturas ótimas, excelentes para as pessoas saírem de casa e aproveitar a cidade seja passeando, caminhando, ou apenas curtindo as praças.

Fomos no sábado para a chácara da família, e Luna teve a oportunidade de brincar com Bóris (Lhasa Apso) e Sushi (Yorkshire) a tarde toda. No domingo fomos à praia junto com Bóris, e, apesar do sol que fazia, um ventinho sul, fresquinho, deixou o dia mais agradável, deixando-o propício para que os dois pudessem correr e descansar.

A noite de domingo foi de sono e descanso intenso. Nem o barulho da TV, nem os ruídos da rua foram capazes de fazer Luna se mexer.










27 de out de 2010

LUNA ATACADA POR PIT BULL!!

Sempre utilizamos este blog para contar histórias engraçadas e muitas vezes embaraçosas, mas dessa vez, infelizmente, vamos utilizar para manifestar nosso repúdio e indignação.

Ontem era mais um dia comum com um passeio na pracinha próxima de casa no fim da tarde, início da noite. Agora com o horário de verão, os dias escurecem mais tarde e as pessoas com os seus filhos aproveitam mais os parques.

A Luna, no final de semana, aproveitou a liberdade no pátio da empresa para comer tudo o que NÃO tinha direito, e como conseqüência, apresentou probleminhas fisiológicos. É..., tudo que entra sai e nem sempre a saída é na consistência devida.

Diante desta situação, ficou decidido que ela não passearia pelas gramas do parque, para não fazer a limpa e comer tudo que estivesse na frente (balas, palitos de picolé, chiclete, pedra, mato, galhos...). Pois é, infelizmente nossas praças, mesmo que limpo pela prefeitura, minutos depois já está cheio de lixo novamente. Culpa da educação de muitos.

Ficamos conversando com mais três donos de cachorros e trocando experiências dos mesmos. Sem ser um dono orgulhoso demais, Luna chama muito atenção por seu carinho e beleza. Foi então que uma criança veio pedir para dar uma voltinha com ela. Tudo muito normal, até um cachorro da raça pit bull decidir que Luna seria sua inimiga mortal.

A menina saiu de perto de nós com a Luna, e em uma de suas corridas, acabou tropeçando e caindo. O pit bull que, pasmem, ESTAVA SOLTO, correu na direção de Luna, (por um momento parecia um ataque de trigre a uma presa), e deu o seu bote, fazendo Luna gritar desesperadamente e girar pelo ar na boca do pit bull. O pânico se instalou, a praça parou e todos olharam a cena estarrecedora.

O dono do cachorro correu para tentar conter o animal, em vão. Eu, talvez “cego” pela cena, e pelos gritos desesperados de Luna, corri em direção ao pit bull e o ataquei. Por sorte, e por Deus, pois só isso, fez o cachorro parar de morder Luna, ele a soltou. Sabemos o quanto mortal é um ataque de um cachorro desses.

Podemos dizer que o anjo da guarda de Luna é forte, pois foi um milagre que o cachorro não a mordeu o suficiente para machucar. Acreditamos que a mordida foi amortecida pela guia peitoral que Luna usava e que o agressor não teve tempo de consumar o ato, já que o socorro chegou rápido.

O dono do pit Bull apenas pediu desculpas e foi embora correndo, diante de xingamentos dos passantes e do medo, pois alguns pais de crianças que brincavam no parque acionaram a polícia.

Luna foi vistoriada, foi para a clínica veterinária e ficou agradecida pelos esforços prestados para seu socorro, passando as horas seguintes um pouco arredia. A menina que brincava com ela acabou chorando e pedindo desculpas, sem culpa é claro, bem como outras pessoas que presenciaram a cena.

O que podemos dizer é que Luna esta bem apesar do susto. Mas o ocorrido nos deixa muito triste, porque os passeios de Luna serão daqui pra frente apreensivos, não por culpa dos cachorros, mas por culpa exclusiva dos seus donos, que não sabem educar e distinguir quando seu animal pode agredir um outro cachorro, ou até mesmo pessoas, permitindo soltá-los num local público onde os maiores freqüentadores são crianças indefesas.

Adoramos qualquer raça de cachorros, inclusive as dos pit bulls, por acharmos uma raça forte, atlética e bonita, mas fica registrado nosso repúdio e nossa revolta, não contra as raças, mas contra a ignorância e irresponsabilidade de seus donos.

18 de out de 2010

LUNA E O MAR

Neste domingo fomos até Torres/RS, cerca de 100 km daqui. Na oportunidade apresentamos o mar para Luna. Apesar de morar perto da praia, essa foi seu primeiro contato com a areia e a brisa do mar. Chovia fininho e ventava muito, mas apesar do tempo adverso a praia estava com movimentada e por isso, além do frio que fazia, decidimos não deixar Luna entrar na água.

Se bem que na verdade ela nem tentou entrar, pois ficou encantada e alucinada com a areia branca e fofa da praia. Numa de suas velozes arrancadas resolveu frear bruscamente com as patas dianteiras e acabou afundando na areia. Por segundos ficamos apreensivos, mas instante depois, ela pediu apenas água para tirar a areia da língua e do focinho, e voltar a brincar.

Na água ela não quis entrar, mas ficou um tempão olhando atentamente para o mar meditando, como se pudesse imaginar correndo naquela água e mergulhando por aquelas ondas.

A viagem de aproximadamente uma hora foi antagônica. Na ida; o caos, pois Luna só queria brincar. Na volta; o paraíso, uma vez que dormiu a viagem inteira. Luna está um pouco irritada com a perda dos seus dentes. Os quatro caninos estão nascendo e isso a está deixando desconfortável. Pudera, os dentes que estão nascendo, são duas vezes maiores dos “dentes de leite”.

Como donos “inexperientes”, acabamos esquecendo a máquina fotográfica em casa, e perdemos a chance de tornar o dia eternizado da alegria da Luna na praia. Mas não tem problema, como moramos pertinho do mar, outras oportunidades virão.





7 de out de 2010

DOMINGO DE ELEIÇÕES NO BRASIL



Neste final de semana, aqui no Brasil, aconteceram as eleições governamentais. Toda a cidade se movimentou. Momentos ótimos para passear com Luna. Pois esta a idéia nos pareceu boa, pelo menos no começo...

Durante a manhã fomos votar e passear com ela. Pra variar, todos os olharem eram direcionados para Luna, principalmente os das crianças. Fica fácil perceber quem gosta ou não de cachorro, quando se está em companhia de um. Depois, fomos convidados a almoçar na casa de familiares, e nos convenceram a levá-la.

A idéia parecia boa: a cidade estava movimentada, havia pessoas para brincar com ela e dentro de um pátio fechado. Decidimos, então, soltar Luna. Se tivéssemos sorte a cansaríamos e nos pouparíamos para o começo da semana. Isto porque tivemos um final da semana e o final de semana muito corrido. Mas esquecemos de um pequeno detalhe, analisar a grama do local.

Quando vimos foi tarde demais, Luna parecia que estava entrando em transformação, uma metamorfose que aos poucos a tornaria o cachorro do “Incrível Huck”. É que tinha um tipo de matinho, misturado na grama, que soltava uma espécie de “pega-pega”, e era só a Luna passar perto que o negócio grudava no pelo de Luna feito imã. Quando Luna correu pela primeira vez na nossa direção estava até com o fucinho completamente verde, mas o mais importante, acima de tudo estava feliz.

Aí de quem se atrevesse a pedir para ela não ir na grama. O resultado foi que passamos na noite de domingo escovando e catando o mato colado nela. Descansar? No domingo? Quem sabe no próximo...




6 de out de 2010

ALEGRIAS, SORRISOS E RESPONSABILIDADE



Ter um cachorro em um apartamento não é uma das tarefas mais fáceis da vida. Ter um cachorro de médio/grande porte, como um golden retriever, torna esse trabalho um pouco mais intenso. Mas essa afirmação está longe de ser missão impossível. Ouvimos todos os tipos de conselhos. Desde os negativos até os mais otimistas. Uma coisa é certa, e não é mistério para ninguém: a atividade física para eles é muito, mas muito importante, principalmente para quem mora em um apartamento. Por vários motivos. Primeiro para a saúde física e mental do animal. Segundo, para a saúde física e mental dos seus donos. E em terceiro lugar, a saúde física dos móveis e do apartamento.

Nesses três meses que estamos com a Luna, que hoje está com quatro meses de vida, pudemos perceber essa diferença. Nos primeiros dias, enquanto ela tomava suas vacinas e não tinha a permissão de freqüentar a rua, nos preocupamos com nossos móveis, pois volta e meia, Luna se atracava com uma cadeira ou com um rodapé. Depois que a Luna teve carta branca para suas aventuras “extra casa”, nossos móveis ficaram, de certa forma, a salvos. Claro, não podemos esquecer de que se trata de um golden retriever, e assim como todos, são brincalhões ao extremo. Para eles não existe hora e nem lugar para brincar. Temos a obrigação de impor limites para que eles possam entender que em certos locais e horários, as brincadeiras estão suspensas. Mas as vezes, todas as nossas armaduras caem por terra depois de olhar para aqueles olhos pretos pedinchões que nos fitam fixamente por vários e vários minutos querendo brincar. Não rara as ocasiões que nos deparamos com Luna e seus brinquedos pendurados na boca na madrugada.

Mas quando Luna brinca na rua, seja correndo atrás de pássaros, correndo com outros cachorros, ou em busca de um graveto para nos mostrar, chega bastante cansada em casa, e aí, nada melhor do que um soninho para restaurar as energias. Não liga para seus brinquedos, não liga para o local nem a posição em que dorme e principalmente... não está nem aí para os móveis. Passeamos com Luna no mínimo duas vezes por dia. Uns 30 à 40 minutos de manhã e aproximadamente 1:30 à 2 horas a noite. Assim ficamos sossegados e a deixamos feliz.

Em minha opinião, para se ter um golden, ou qualquer outro animal, temos o dever de cuidá-lo com responsabilidade para que ele se torne uma ótima companhia e nos arranque sorrisos de felicidade.

27 de set de 2010

QUE ESSE FINAL DE SEMANA SE REPITA VÁRIAS VEZES...

Começamos esse final de semana com novidades. Na sexta feira, fomos visitar uma loja de um familiar nosso. Durante a visita, como já estava no horário de fechamento do comércio e a mesma estava vazia, tivemos a brilhante idéia de deixar Luna sem a guia por uns minutos. Resultado? A invasão de um consultório médico, vizinho da loja, de onde só se ouviam os gritos dos pacientes. Sorte que a clínica era de um cardiologista. Se acontecesse algo com alguns deles, estariam em boas mãos.

No sábado fomos a uma praça perto de casa, onde a ONG – SOS Vira Lata (www.sosviralata.blogspot.com), estava fazendo doações de cachorros abandonados. Na praça, como de costume, diversos donos passeavam com os seus cachorros. Quase todos passaram pela ONG. Foi aí que conhecemos Dora, uma fêmea de labrador chocolate, de 03 anos, muito brincalhona e educada, tanto que estava passeando entre os cachorros e as pessoas sem sua guia. E num destes passeios avistou Luna e veio correndo em sua direção. Seus donos a acompanharam e conversamos bastante com eles. Apesar de Luna estar com coleira e Dora sem, as duas travavam verdadeiros embates divertidos. Foi então que os donos de Dora nos encorajaram a libertar Luna de sua guia. Outra vez... Resultado? A praça parou para ver a correria em que as duas fizeram. E o final da correria terminou em uma poça d’água junto à praça. As fotos comprovam a alegria de Luna e Dora. Acho que depois disso, a ONG deixou de adotar alguns cachorros.

No domingo, fomos visitar uma feira de filhotes. Por um momento nos deu vontade de adquirirmos uma fêmea de labrador, mas depois da lembrança da poça d’água achamos melhor esperar a vontade passar. Na verdade, estamos esperando Luna crescer e ficar um pouco menos agitada. No mesmo dia, ao chegarmos em casa, decidimos levar Luna para um pátio grande, onde pudéssemos deixá-la livre, sem ficarmos com medo. Após inúmeras corridas de Luna atrás dos quero-queros e após inúmeras corridas dos quero-queros atrás de Luna, ela se deliciou numa outra poça d’água. Lição dada, lição aprendida. Antes achávamos que ela tinha receio de água, hoje temos certeza que ela adora. Só esperamos que os próximos banhos sejam em águas mais limpas. A noite foi tranqüila. Luna desmaiada em um canto e nós desmaiados no sofá.

Agradecimentos à todos que nos mandam comentários, e esperamos que outras pessoas nos mandem notícias. A troca de experiência é sempre válida. Até mais.







22 de set de 2010

LUNA NEWS




Valente - Reserva do Parque de Itaipu

Os passeios agora são constantes. Luna já está conhecendo os cachorros da região. Inclusive descobrimos o quão fácil é fazer amizades com pessoas quando se está acompanhado de um cachorro.

Aqui na cidade, todo mês, uma ONG se instala numa praça, doando cachorros abandonados, e Luna foi lá conhecê-los. Mas por incrível que pareça ela ainda trava com os filhotes, já com os cães adultos é diferente. Será que ela tem noção de que os filhotes são frágeis e ela estabanada? hehehe

Por onde passamos, as pessoas param para conversar, seja sobre a raça, o nome, o adestramento, as histórias. As crianças adoram brincar e correr com ela. Pena é que ainda não podemos soltá-la, pois com quatro meses apenas, ela ainda não nos passa a confiança necessária, e temos medo dela correr para a rua e ser atropelada, até porque, quando resolve correr, ninguém segura.

Luna já está beirando os 10 kg e vacinada contra raiva, gripe, pulgas e mais um monte de vacinas.

Para quem acompanha o blog, sabe que Luna foi um presente. As vezes de grego, mas 99% de “satisfação garantida” hehehe. Essa semana, no seu retorno do seu banho, a pessoa que nos doou Luna, passados quase quatro meses, a reconheceu e veio brincar com ela. Foi incrível ver como ele tinha a certeza de que ela era um dos filhotes que um dia foi dele. E Luna, para variar, adorou ter todas as atenções direcionadas a ela... como sempre.

Os dentes de Luna estão caindo. Pouco a pouco vamos descobrindo alguns espaços em branco em suas mordidas. Aliás, como crescem rápidos os novos dentes. Damos algumas pedrinhas de gelo no decorrer do dia, para que amenize um pouco a coceira do nascimento dos dentes.

Hoje Luna está fazendo quatro meses. Começa agora a fase da disputa de liderança. Já estamos preparados!!!

21 de set de 2010

COMENTÁRIOS


De volta a um passado recente

A intenção de criar esse blog foi a de informar a todos como é a vida com uma golden dentro de um apartamento. Nele contamos nossa experiência pessoal, e por isso procuramos mantê-lo o mais atualizando possível.

Gostaríamos que as pessoas que visitam o blog também nos contassem suas experiências, suas histórias com essa raça que nos apaixona cada dia que passa. Por isso convidamos a todos para que, se quiserem, façam seus comentários, pois adoraríamos compartilhar essas histórias com todos.

Aproveitamos também para agradecer aquelas pessoas que já deixaram seus comentários e gostaríamos que ficassem a vontade em retornar ao nosso blog sempre que puderem.

Abraços a todos.


16 de set de 2010

ROTINA FORA DO CONTROLE


Serra do Rio do Rastro/SC: Horário 06:00 am
Depois que chegamos de viagem, fomos buscar Luna na clinica veterinária em que ficou hospedada. O reencontro não foi como os dos filmes. Imaginamos mil coisas. Ficamos preocupados se ela iria nos reconhecer. Mas foi tudo tranqüilo. O reconhecimento, a corrida em nossa direção, o beijo babado. Não acreditávamos no que vimos e ouvimos. Luna parecia outra cachorrinha, agora um pouco mais calma e sociável. Segundo o pessoal da clínica, fez várias amizades e o que nos parecia antes uma cachorra medrosa nos mostrou uma perfeita ‘espoleta’.

Quando vimos Luna não parecia a mesma, estava bem maior e cheia de laços vermelhos na cabeça... essa delicadeza toda não parecia combinar com ela hehehehe

No mesmo dia fomos dar umas voltar com ela pela cidade e ela já mostrou o que aprendeu na clinica, não podia ver outros cães que já se sentia íntima e os convidava para brincar.

Nos dias seguintes seguiram as novidades. Luna agora parece uma velhinha, pois perdeu dois dentinhos da frente. Esta banguelinha, mas continua mordendo para chamar a atenção – como sempre.

O que serviu de lição foi de que realmente estamos no caminho certo em seu adestramento, pois ela é carinhosa com as crianças e adultos e brincalhona com o amimais. Só estamos preocupados com duas coisas: primeiro é que ela levou um corridão do gato da clínica. E segundo, morreu de medo dos marrequinhos que lhe foi mostrado – a dúvida persiste será que Luna realmente tem sangue de golden? hehehehe

Cataratas do Iguaçu - Foz do Iguaçu/PR

Templo Budista - Foz do Iguaçu/PR

Reencontro com Luna depois do banho na Clínica


30 de ago de 2010

ESTRÉIA E CORRERIA



Finalmente chegou. Este foi o primeiro final de semana que Luna pôde dar umas voltinhas na rua. No sábado a levamos em uma praça perto de casa. Nunca imaginávamos que um cachorro pudesse atrair tantas atenções. Como é fácil fazer amizades com as pessoas quando se tem uma cachorrinha ao lado... Inúmeras pessoas, com filhos pequenos ou com cachorros nos paravam para dar um carinho ou brincar e perguntar sobre a raça. Para variar, Luna se derretia para todas as pessoas que chegavam. Já com os cachorros já era diferente. Luna ainda tem um pouco de medo deles, mas nada que o tempo não de um jeito.

No final do dia Luna estava tão cansada que achamos que não resistiria, isso que ela só conseguiu caminhar por 4 quadras. Depois pediu colo e aproveitou o resto da caminhada nos nossos braços.

Ela chegou em casa tão cansada que adormeceu dando algumas gemidinhas.

Depois dessa no domingo resolvemos não abusar. Só que ficamos preocupados porque ela não cansou tanto quanto pensávamos, ou o quanto devia hehehehehe a noite foi longa com Luna querendo brincar.

Agora esta semana estamos apreensivos, pois viajaremos e Luna ficará hospedada numa clinica veterinária com outros cães. Esperamos que ela se adapte bem e que não sinta tantas saudades, afinal são só 5 dias. Nós ficaremos.

25 de ago de 2010

ENCONTROS E DESENCONTROS



Dia 17/08/2010 Luna tomou sua última dose de vacina. Agora é só esperar alguns dias para que ela saia de casa, curta a rua e gaste sua inesgotável energia acumulada. Tínhamos uma viagem marcada neste fim de semana que passou (um probleminha de ordem humano-mecânica não estava 100%). Pensamos em deixar Luna na casa de parentes que também possuem cachorro – o Boris.

Perguntamos à veterinária se teria problemas em deixá-los juntos. Como a resposta foi negativa, fomos liberados para apresentá-los. O tão esperado encontro teve dia e horário marcado: dia 26/08 às 18:00 horas.

No encontro, Luna ficou muito assustada, pois realmente não teve contatos com muitos outros cães. Mas não imaginávamos que ela ficaria com tanto medo. Pudera, Boris gostou tanto de Luna que já quis “partir pra cima” (para bom entendedor, meia palavra basta).

Quando íamos embora, encontramos os donos de um dos irmão de Luna. Nelson. Hoje, Luna encontra-se com 6,4 Kg, já o irmão está com 9,1 Kg. Não sei se estou dando pouca comida à Luna, ou o Nelson está comendo demais.

Nelson era mais tranqüilo, só queria brincar com ela, mas mesmo assim Luna ficou um pouco assustada, mas mais acostumada. Fora a bagunça e a correria que os dois fizeram no apartamento, passando entre cadeiras e sofás, derrubando telefone, porta incenso, entre outros... Ainda bem que não quebraram nada, senão ficaríamos constrangidos.

Estamos um pouquinho apreensivos com o comportamento dela perante os demais cães, afinal, os primeiros contatos dela não foram muito adequados. Mas pelo visto Luna não ficou traumatizada não. Agora vamos partir para apresentá-la as fêmeas, assim quem sabe o encontro seja mais tranqüilo.